Digite algo para iniciar a pesquisa

Desagravo contra atos de juiz e delegado reúne cerca de...

personCidades access_time23 Setembro 2017

Presidente da OAB Mirassol D’Oeste, que engloba a comarca de Araputanga, Gustavo Cardoso fez questão de frisar que a ação não pretende retirar delegados e juízes da comarca, mas sim...

Princípio da anterioridade da legislatura não se aplica à verba...

personCuriosidades access_time23 Setembro 2017

(...)deve ser condicionada à comprovação de que não haverá redução prejudicial de dotações já comprometidas com as despesas normais de manutenção e funcionamento das respectivas Casas Legislativas

Polícia Civil apreende dinamites que seriam usadas para explosão de...

personGeral access_time22 Setembro 2017

Três bananas de dinamites que supostamente seriam usadas para explodir a Cadeia Pública de Primavera do Leste (231 km ao Sul) e a Delegacia Especializada de Roubos...

Artigo

Quatro Marcos e Glória D' Oeste têm situação de emergência reconhecida

home access_time chat_bubble_outlineCidades
FONTE

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta sexta-feira (28), a situação de emergência em municípios dos estados da Bahia, de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Maranhão, Paraná, Rio Grande do Sul e Sergipe. As cidades foram afetadas por fortes chuvas, enxurradas, seca e estiagem.

Os reconhecimentos federais são decorrentes da estiagem em Andaraí, Guajeru e Quijingue, na Bahia; Claro dos Poções, Cônego Marinho e Lagoa dos Patos, em Minas Gerais; e do extenso período de seca em Porto da Folha, em Sergipe.

A medida também foi concedida aos municípios de Santa Rita do Araguaia, em Goiás; Glória D'Oeste e São José dos Quatro Marcos, no Mato Grosso; e Giruá, no Rio Grande do Sul, que sofrem os efeitos das chuvas intensas. Além de contemplar as cidades de Timon, no Maranhão; Machacalis, em Minas Gerais; Loanda, no Paraná; e São Borja, no Rio Grande do Sul, atingidas por enxurradas.

A medida irá permitir que as prefeituras solicitem o apoio do governo federal para ações de socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação das áreas danificadas. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

Auxílio emergencial 

Para obter o apoio financeiro disponibilizado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, os municípios devem apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), contendo um diagnóstico dos danos causadospelo desastre, por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID).

Após a análise, se aprovado, o recurso é definido e liberado. O auxílio federal é complementar às ações dos estados e municípios.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Integração Nacional