Digite algo para iniciar a pesquisa

ARAPUTANGA – Ponte podre, no Córrego do Bagre, não suportou...

personCidades access_time17 Janeiro 2018

Por - Tony Carlos A Redação da Folha recebeu, ontem (16/ 01), fotos de uma ponte de madeira, que oferecia grande perigo aos condutores de veículos...

6º CR/PMMT - PM apreende adolescente com drogas e procura...

personCidades access_time17 Janeiro 2018

A Policia Militar apreendeu na madrugada desta quarta-feira (17.01) na cidade de Cáceres (a 216 km de Cuiabá), a adolescente K.C.M.M, de 14 anos, com cerca de...

PRECIPITAÇÃO - Intensidade das chuvas tem aumentado nos primeiros quinze...

personCidades access_time15 Janeiro 2018

Nos primeiros quinze dias de 2018 as chuvas que precipitaram sobre Araputanga, foram causa de alagamentos em alguns locais que tradicionalmente acumulam maior número de água...

Artigo

Polícia Civil lamenta morte de investigador em acidente com outros três policiais em Pontes e Lacerda

home access_time chat_bubble_outlineCidades
FONTE

 A Polícia Judiciária Civil comunica o falecimento do investigador Wilder Botelho Queiroz, 27anos, na noite de terça-feira (12), em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste). O policial estava com outros três colegas em uma viatura que capotou, na região de São Gonçalo, zona rural do município.

Os quatro investigadores, três homens e uma mulher, estavam em diligência na região rural, a 60 quilômetros da cidade de Pontes e Lacerda, quando um disparo acidental atingiu o pé do investigador Dejander de Souza Santos, que precisou ser socorrido para atendimento médico.

No retorno, por volta das 18 horas, a viatura com os investigadores perdeu o controle, poucos quilômetros do local da primeira ocorrência, e capotou,  levando a morte do investigador Wilder Botelho Queiroz, que era integrante do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Pontes e Lacerda.

O acidente ocorreu na região de estrada de terra, em um ponto de curva acentuada. A velocidade do veículo, segundo apurado, era compatível ao trajeto. A caminhonete também estava com a manutenção em dia.

Outros três investigadores, sendo um já ferido pelo disparo acidental de arma de fogo, tiveram ferimentos pelo corpo, tendo a investigadora sofrido um corte no couro cabeludo, com muito sangramento.

Os policiais conseguiram retornar a Pontes e Lacerda, após pedirem socorro e conseguir uma carona. No caminho encontraram com outra viatura da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar, que seguiam ao local para prestar socorro.

Todos foram levados para o Hospital Santa Casa de Pontes e Lacerda.

O investigador Wilder Botelho Queiroz era natural de Mirassol D' Oeste e havia ingressado na Polícia Judiciária Civil na turma que se formou em 2016.

A caminhonete envolvida no acidente com os investigadores passará por perícia, assim como a arma de cano longo que disparou acidentalmente, para esclarecimento de todos os fatos que levaram a morte do policial civil e ferimento de outros colegas.

O delegado geral da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, externou condolências a família do policial falecido no acidente. "É um momento de imensa tristeza. A Policia Civil de Mato Grosso expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados", disse. 

O delegado geral, o diretor do interior, Wladimir Fransosi,  o diretor de Execução Estratégica, Mário Dermeval Resende, e a chefe de gabinete, Cleibe Aparecida de Paula, irão acompanhar o velório do policial, que ocorrerá em Mirassol D'Oeste. O diretor Mário Resende está desde madrugada em Pontes e Lacerda acompanhando os policiais. 

Os diretores também devem seguir até Pontes e Lacerda para acompanhar o estado de saúde dos três policiais feridos. 

Atualizada às 7h40.

 Fonte: PJC/MT