Digite algo para iniciar a pesquisa

CAMPOS DE JÚLIO - Justiça suspende contrato de serviços de...

personGeral access_time21 Setembro 2017

Por CLÊNIA GORETH A Justiça acolheu pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e determinou a suspensão de um contrato firmado entre...

ARRECADAÇÃO – Araputanga recebeu R$2,45 milhões de reais em agosto/2017

personCidades access_time21 Setembro 2017

O mês de agosto/17 rendeu, a título de transferências constitucionais para o município de Araputanga R$2.450.275,60 (Dois milhões, quatrocentos e cinquenta mil, duzentos e setenta e...

ARAPUTANGA - Pequeno acidente próximo à Rodoviária

personCidades access_time21 Setembro 2017

Um pequeno acidente entre dois veículos, um Nissan, cor branca, placas de Araputanga QBH 1669 ano e modelo 2014 e um Fiat Uno, cinza, placas JDU...

Artigo

NO SENADO: Randolfe apresenta pedido de impeachment do presidente Temer

access_time chat_bubble_outlinePolítica
FONTE

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (18) pedido de impeachment do presidente Michel Temer. O documento, assinado pelo senador e pelo Partido Rede Sustentabilidade, será analisado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a quem cabe aceitar ou não a denúncia de crime de responsabilidade. Se for aceito, será criada uma comissão especial para analisar o assunto.

No pedido, Randolfe argumenta que, segundo as reportagens publicadas na imprensa, Temer teria participado na “compra do silêncio de Eduardo Cunha” e que “se valeu do cargo público, sua envergadura institucional e sua influência e trânsito sobre as estruturas de Estado para favorecer-se, obstar a sua própria responsabilização criminal e a de terceiros aliados”.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, Temer teria dado o aval para que repasses de dinheiro fossem feitos para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Um ex-assessor de Temer, o atual deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), aparece em imagens gravadas pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil.

Ele aponta que houve atentado à probidade na administração, porque Temer procedeu de modo “incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”. Define também que houve atentado ao livre exercício do Poder Judiciário, tendo em vista a prática de embaraço a investigação de infração penal.

Em plenário, Randolfe disse que a renúncia seria a melhor saída, mas que protocolizou o pedido de impeachment “porque estamos cumprindo com a nossa obrigação”.

— Impeachment é um processo traumático. A solução estaria na vontade popular. Deveríamos votar a proposta de emenda constitucional que estabelece eleições diretas já — propôs.

Fonte: Agência Senado