Digite algo para iniciar a pesquisa

Ação conjunta prende sete criminosos e resgata empresária em Cuiabá

personPolícia access_time18 Novembro 2017

A empresária Milene Falcão Eubank foi libertada às 05 horas da manhã deste sábado (18), em uma casa no bairro Centro América, em Cuiabá. A empresária...

ARAPUTANGA – Lago Azul começa a ser preparado para festividades...

personEspeciais access_time16 Novembro 2017

O vereador Ilídio disse que haverá surpresa

COMBATE À CORRUPÇÃO - MPF obtém prisão preventiva de três...

personBrasil access_time16 Novembro 2017

Atendendo a pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) ordenou hoje (16) a prisão preventiva dos deputados estaduais Jorge...

Artigo

Dom Jacy, novo bispo da Diocesde de Cáceres, escreve carta ao povo de Deus

home access_time chat_bubble_outlineReligião
FONTE

O departamento de Jornalismo da Rádio Arco-Iris de Araputanga recebeu, carta que manifesta satisfação, alegria e pela nomeação para  a Diocese de Cáceres;  No documento Dom Jacy revela que sua Ordenação Episcopal foi programada para o sábado dia 08/07 em Coluna/MG e, que seu desejo é viajar em definitivo para Cáceres no dia 11/ de julho.  A Folha de Araputanga reproduz a carta, na íntegra:


Prezado Sr. Bispo Dom José Vieira de Lima, Administrador Diocesano

Senhores Padres, Diáconos, Religiosos (as), Seminaristas,

Coordenadores de Pastorais, Lideranças eclesiais e

Povo de Deus da Diocese São Luiz de Cáceres. 

Acolho o convite do Santo Padre o Papa Francisco para o espiscopado com temor por causa de minhas limitações e fraquezas, mas com  confiança e alegria pois sei que posso acreditar na misericórdia e na graça do Senhor que sempre esteve ao meu lado. 

 Espero poder servir à Diocese de São Luiz de Cáceres MT trabalhando com todas as minhas forças em comunhão com o presbitério, os religiosos e a porção do povo de Deus que me está sendo confiada. 

Sou grato a Deus que sempre me confiou grandes coisas. Tenho que agradecer a muitas pessoas e instituições que me ajudaram ao longo de minha caminhada: A minha família, a Diocese de Barreiras/BA com seu presbitério, o seu primeiro Bispo Dom Ricardo Weberberger (falecido)  que há 32 anos me ordenou sacerdote. A Diocese de Guanhães/MG, o seu presbitério e Dom Emanuel Messias de Oliveira, que me acolheu na volta para a Diocese de origem. Dom  Jeremias Antônio de Jesus e os colegas padres meus companheiros de missão. Um agradecimento especial a todo o povo de Deus na Bahia e em Minas Gerais que sempre foi caridoso com minhas limitações, apoiando-me e perdoando-me sempre. 

            Muito pouco conheço da Diocese de São Luiz de Cáceres mas vou com disposição de servir somando-me ao Presbitério, aos Diáconos, aos Religiosos, Seminaristas e Lideranças Eclesiais da Diocese e região com os quais vou caminhar. Generosa foi a acolhida do Senhor Bispo Dom José Vieira de Lima, atual Administrador da Diocese de Cáceres, que me trouxe alento nestes dias de silêncio e provação.           

            Confesso que o chamado para a Diocese de Cáceres no Estado do Mato Grosso me trouxe grande apreensão, pelo desconhecido, pela distância; mas sei que não vou começar a caminhada da Igreja local nem vou caminhar sozinho.  Vou fazer parte de uma longa história de missionários(as) da região e de outros países que dedicaram e dedicam sua vida a esta terra. Vou encontrar uma Igreja organizada, com suas Paróquias, suas Pastorais, com um Plano de Pastoral,  um presbitério e um povo com quem desejo fazer comunhão e somar forças.  

A minha ordenação Episcopal foi programada para o Sábado dia 08/07 em Coluna/MG. Desejo viajar em definitivo para Cáceres no dia 11/07 com algum colega padre e espero poder encontrar-me com os senhores padres da Diocese de Cáceres uns dois ou três dias antes da cerimônia de posse canônica. Assim que for possível enviarei os convites da Ordenação Episcopal. 

Peço as orações de todos para que eu seja fiel ao chamado e que possa levar o abraço amoroso do Pai por onde eu for e em especial àqueles que me foram confiados.


Pe. Jacy Diniz Rocha
Coluna, 10 de Maio de 2017