Digite algo para iniciar a pesquisa

Ação conjunta prende sete criminosos e resgata empresária em Cuiabá

personPolícia access_time18 Novembro 2017

A empresária Milene Falcão Eubank foi libertada às 05 horas da manhã deste sábado (18), em uma casa no bairro Centro América, em Cuiabá. A empresária...

ARAPUTANGA – Lago Azul começa a ser preparado para festividades...

personEspeciais access_time16 Novembro 2017

O vereador Ilídio disse que haverá surpresa

COMBATE À CORRUPÇÃO - MPF obtém prisão preventiva de três...

personBrasil access_time16 Novembro 2017

Atendendo a pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) ordenou hoje (16) a prisão preventiva dos deputados estaduais Jorge...

Artigo

Alimentação para reeducandos custará mais de R$8 milhões em cadeias públicas da região

home access_time chat_bubble_outlineCuriosidades
FONTE

O Governo do Estado de Mato Grosso deve gastar até R$8.017.999,87 (Oito Milhões, Dezessete Mil, Novecentos e Noventa e Nova Reais),  com empresas especializadas em preparação  e fornecimento de alimentação pronta, para atender aos recuperandos e servidores penitenciários plantonistas  das Cadeias Públicas, lotados nas unidades dos municípios: Araputanga, Cáceres, Comodoro, Mirassol D’ Oeste, Pontes e Lacerda, Rio Branco, São José dos Quatro Marcos e, Vila Bela da Santíssima Trindade.

O nome das empresas vencedoras de cada pregão presencial e, a data que o contrato começou a viger estão divulgados na ediçãonº 27090 da Imprensa Oficial do Estado, a partir da página 46.

Todos sabem que um reeducando custa caro à sociedade; para informar o leitor, a Redação da Folha pediu, por e-mail, à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos  - SEJUDH.  Informações quanto à capacidade de cada Unidade Prisional, número atual de reeducandos e, número de servidores em atuação.