Digite algo para iniciar a pesquisa

ARAPUTANGA – Ponte podre, no Córrego do Bagre, não suportou...

personCidades access_time17 Janeiro 2018

Por - Tony Carlos A Redação da Folha recebeu, ontem (16/ 01), fotos de uma ponte de madeira, que oferecia grande perigo aos condutores de veículos...

6º CR/PMMT - PM apreende adolescente com drogas e procura...

personCidades access_time17 Janeiro 2018

A Policia Militar apreendeu na madrugada desta quarta-feira (17.01) na cidade de Cáceres (a 216 km de Cuiabá), a adolescente K.C.M.M, de 14 anos, com cerca de...

PRECIPITAÇÃO - Intensidade das chuvas tem aumentado nos primeiros quinze...

personCidades access_time15 Janeiro 2018

Nos primeiros quinze dias de 2018 as chuvas que precipitaram sobre Araputanga, foram causa de alagamentos em alguns locais que tradicionalmente acumulam maior número de água...

Artigo

EDUCAÇÃO: MEC libera R$ 406,9 milhões para execução de programas

access_time chat_bubble_outlineEducação
FONTE

O Ministério da Educação liberou, nessa terça-feira (21), R$ 406,9 milhões em recursos para a execução de três programas da pastaA liberação faz parte da primeira parcela do repasse, que a partir deste ano será executado em duas etapas. A segunda parte será liberada no próximo semestre. Serão beneficiados 27,6 milhões de estudantes de 90,1 mil escolas das redes estaduais e municipais.

Cerca de 83% dos recursos, o equivalente a R$ 338,1 milhões, serão destinados ao Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que atende unidades da educação básica pública.

Outros 7% vão reforçar o programa Brasil Carinhoso, que contará com R$ 30 milhões para cumprir com o objetivo de expandir a quantidade de matrículas de crianças com até dois anos cujas famílias são beneficiárias da Bolsa-Família.

Também foram repassados R$ 16,6 milhões para pagamentos referentes ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). O projeto atua na aquisição de livros didáticos para alunos do ensino público. 

Programas atendidos

O PDDE, criado em 1995, presta assistência financeira suplementar às escolas públicas das redes estaduais, municipais e do Distrito Federal. Os recursos transferidos destinam-se à cobertura de despesas com custeio, manutenção e pequenos investimentos para garantir o funcionamento e melhoria da infraestrutura escolar.

Os valores também podem ser aplicados na aquisição de material permanente, na realização de reparos e serviços necessários à manutenção, conservação e melhoria da unidade escolar, na aquisição de material de consumo e na implementação de projetos pedagógicos.

Já o Brasil Carinhoso  atua na expansão de matrículas em novos estabelecimentos públicos de educação infantil, construídos com recursos do governo federal, e na promoção de matrículas em novas turmas de educação infantil, oferecidas em unidades educacionais públicas ou comunitárias, confessionais ou filantrópicas sem fins lucrativos conveniadas com o poder público.

No caso do PNLD, o Ministério da Educação seleciona uma coleção de publicações que precisam ser aprovadas por especialistas da pasta. Em seguida, as obras são adquiridas e distribuídas nas escolas. Em geral, os livros são recolhidos no fim do ano para serem usados no próximo período letivo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação